quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Livro


Acredite: Saúde não se compra na farmácia! Isso mesmo! Descubra neste

livro surpreendente as causas espirituais das doenças, a influência do

passado nas enfermidades, a origem psicossomática das moléstias e ainda

os pequenos descuidos que geram grandes problemas de saúde-

explicações e sugestões práticas para prevenir o sofrimento e garantir

uma vida verdadeiramente saudável!

E mais: conheça os efeitos negativos dos desejos e frustrações, da busca

da felicidade em outras pessoas, das fixações mentais, da alimentação

compulsiva, da vida sedentária e outros fatores causadores de doenças e

perturbações. Experimente médico de família, sempre sugerindo

soluções, Américo Canhoto aponta na direção da saúde do corpo e da

alma. Leitura fácil, derruba mitos e preconceitos, um guia excelente para

quem deseja viver mais e melhor.



a página do livro que eu mais gostei foi

pág 213

...Não desejemos felicidade individual plena sem felicidade coletiva. Não queiramos resolver problemas dos outros, enquanto não soubermos resolver os nossos, capacitemo-nos primeiro. Sofrer pelos outros é indicativo de desequilíbrio emocional, não de bondade ou amor. Ajudemos, amparemos, cooperemos, perdoemos sem cessar, pois quando temos a atenção dirigida ao próximo deixamos de supervisionar nossos problemas e dificuldades. Não vejamos os outros como causadores da nossa felicidade ou infelicidade. Ajudar não é intervir; não queiramos dirigir a vida de ninguém, pois isso é assinar recibo em branco, cuja cobrança virá mais dia, menos dia. Sejamos " Mansos comos os pombos, mas prudente como as serpente" (Mateus, 10::16). Não confiemos nossas vidas às diretrizes de outrem. Analisemos as informações. Aquele que se deixa enganar é tão culpado quanto o que engana e ilude, beneficiando-se. Valorizemos as qualidades das pessoas com as quais convivemos. Não lhes ressaltemos os defeitos, pois servirão de ferramenta aguçada para corrigir os nossos. Milhares de palavras não valem uma atitude, não percamos tempo tentando transformar as pessoas mediante simples discurso, pois as atitudes devem preceder as palavras. A frustração dessa forma de relação que tenta se intrometer no livre-arbítrio e aprendizado do outro causa inúmeras somatizações, especialmente no meio familiar. ....










Ocorreu um erro neste gadget