quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Tadany



Ex Animo - N° 59
 
Aprender e aceitar carinhosamente a enterrar os que já passaram
É libertar-se de defuntas correntes que, freqüentemente, apenas limitam
Entender que os que morrem, ainda deixam como legado seus amores
É conscientizar-se da onipresença desta molécula que cura todas as dores
Distinguir entre a mortalidade física e a imortalidade amorosa
Brinda o indivíduo com uma vivência espontânea, sábia e ditosa. (Tadany – 11 10 08)


Nossa! mas que profundo, undo,  undo,
undo.....!
Ocorreu um erro neste gadget