quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Naturalmente Inspirador


Leve como o planar do Condor
Estruturado como a teia das Aranhas
Solidário como a natureza dos Pingüins
Organizado como a colméia das Abelhas
Criativo como a dança dos Golfinhos
Resistente como a marcha do Camelo
Sensível como a audição das Corujas
Audaz como o vôo dos Macacos
Admirável como a contextura das Borboletas
Austero como a hibernação dos Ursos Polares
Melódico como a sinfonia do Bem-te-vi
Eficiente como o trabalho das Formigas
Sereno como o navegar das Tartarugas
Vigoroso como a essência do Elefante
Eis o desabrochar do Homem inspiradamente Natural. (Tadany – 17 04 08)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget