quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Se eu pudesse...


Se eu pudesse fazer a terra parar
Passaria a vida inteira caminhando para poder observar todas as estrelas do universo
Se eu pudesse tocar o sol
Colocá-lo-ia no bolso para aquecer a morada nos dias de inverno
Se eu pudesse caminhar no espaço
Faria uma trilha até o infinito para encontrar com amigos que lá vivem
Se eu pudesse reverter o ponteiro do relógio
Caminharia ao lado das grandes almas que povoaram a história da humanidade
Se eu pudesse virar o mundo de ponta cabeça
Mostraria para as pessoas a magia de poder contemplar o azul celeste do infinito
Se eu pudesse ser luz
Iluminaria as arestas de ignorância que obscurecem a sabedoria
Se eu pudesse voar
Conversaria com os pássaros sobre a beleza de poder caminhar
Se eu pudesse prever o futuro
Choraria de dor por perder a oportunidade de deleitar-me com a alegria do inesperado
Se eu pudesse ser todos os seres
Compartilharia a interconexão e a interdependência que harmonizam a vida
Se eu pudesse tornar-me água
Vaporizar-me-ia para chegar até as nuvens e poder chorar gotas de esperança sobre a terra
Se eu pudesse me transformar no amor
Converter-me-ia em alimento para fazer parte da refeição quotidiana de todas as pessoas. (Tadany – 12 10 04)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget