quinta-feira, 20 de novembro de 2008

História da Joaninha








"Joaninha voa, voa que o teu pai está em Lisboa." Conheces esta lengalenga que os avós gostam de ensinar? Pois bem, esta Joaninha não é nenhuma menina, mas sim um pequenino insecto voador.
A joaninha é um insecto coleóptero de forma redonda. Pode ser de muitas cores: amarelas, vermelhas ou pretas, apresentando ainda pintas brancas, vermelhas ou amarelas. As mais populares são as joaninhas vermelhas, das quais a joaninha-de-sete-pintas é bem conhecida. Esta, como o próprio nome indica, tem sete pintas pretas, mas há joaninhas com duas, quatro e até mais de vinte pintas!
É um insecto muito útil para manter o nosso jardim bonito e saudável, porque adora comer os pulgões que se alimentam das plantas e as danificam. A joaninha adulta, assim como as larvas, podem ser encontradas nas plantas onde se encontram os pulgões.Sabendo isto, em vez de usarem insecticidas, os agricultores libertam muitas joaninhas nas suas culturas para que elas comam os pulgões e outros insectos prejudiciais que aí existem.
As joaninhas acasalam e põem os seus ovos na Primavera. Os ovos são colocados em ramos, folhas e noutros locais perto das suas presas favoritas. A larva da joaninha, que parece um 'pequeno crocodilo', logo que sai do ovo começa a comer pulgões e outros pequenos parasitas das plantas. Após um certo tempo, esta larva transforma-se em ninfa.Esta fase, que só dura uma semana, termina com o aparecimento de uma joaninha jovem. A este conjunto de transformações dá-se o nome de metamorfose.
Quando chega o Inverno, a joaninha começa a procurar abrigo para passar o Inverno. Junta-se então a muitas outras e todas se reúnem em grandes grupos debaixo das folhas, dentro de troncos ocos ou em ramos, e aí ficam em hibernação, até que volte o tempo quentinho.
As suas cores vivas servem de aviso para as aves que as queiram comer: 'Eu tenho um gosto desagradável!'. De facto, quando se sentem ameaçadas libertam um líquido que tem mau cheiro. No entanto, estes 'truques' nem sempre evitam que elas sejam comidas por aves ou outros insectos!
Sabias que existem muitas lendas sobre as joaninhas? Em quase todas as culturas, acredita-se que as joaninhas trazem sorte e evitam a tristeza e desgraça.
As joaninhas são completamente inofensivas para os humanos e muito importantes para a protecção dos nossos jardins. Nunca te esqueças que não deves matar uma joaninha, pois é um insecto que te pode trazer muita sorte!



Anatomia da Joaninha


Asas Anteriores: Estas asas são conhecidas como élitros.
São duras, grossas e opacas. podem ser de muitas cores, e normalmente têm pintas.
A sua função écobrir e proteger as asas posteriores, que são muito frágeis.

Asas Posteriores: As asas posteriores são muito fininhas, grandes, transparentes e de textura semelhante ao papel.
São as asas usadas para voar e podem bater 100 vezes por segundo, quando uma joaninha está em voo.

Boca: A boca da joaninha está adaptada para mastigar e esmagar os alimentos.

Patas: Como todos os insectos, a joaninha possui no tórax 3 pares de patas.
Quando está em perigo, estas libertam um líquido amarelo repelente.


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget